O Meu Útero

A pandemia está a provocar uma quebra na produção de preservativos

Em tempos de Covid-19, a produção de preservativos já está em causa. Quem o diz é a Karex Bhd, empresa que produz 1 em cada 5 preservativos à venda no mundo, para marcas como a Durex ou para entidades como o sistema nacional de saúde britânico.

No dia 27 de Março a empresa admitia que a produção de preservativos estava estagnada há mais de uma semana devido à quarentena imposta pelo governo malaio. 

A partir de dia 3 de Abril, passou a garantir 50% da produção, numa tentativa de atenuar as consequências da falta de preservativos.

Entretanto, a Bloomberg anunciou no dia 2 de Abril que, para mitigar o impacto desta quebra, a Thai Nippon Rubber Industry Pcl, maior produtora de preservativos da Tailândia, está a funcionar agora a todo o gás. Independentemente de ter sido declarado estado de emergência nesse país, a empresa garante que poderá continuar a fabricar.

Ao mesmo tempo que a oferta de preservativos está ameaçada, a procura está a aumentar. Muito se tem especulado sobre o potencial baby-boom que testemunharemos a partir de Dezembro, mas o panorama mundial causado pelo Covid-19 afigura-se cada vez mais negro.

A “luz ao fundo do túnel” existe mas ainda não está visível, pelo que cresce entre os casais heterossexuais o receio de uma gravidez indesejada nestas circunstâncias. O acesso a preservativos é necessário – agora, mais do que nunca.

Uma desaceleração da produção tem e continuará a ter impacto no comércio de preservativos pelo mundo todo e, consequentemente, na saúde pública. Porque os preservativos permitem evitar gravidezes indesejadas, mas também evitam as infecções sexualmente transmissíveis, que são uma realidade vivida por muitos casais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Segue-me nas redes sociais

Instagram
Facebook
Subscrever
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Acompanha o meu útero e mantém-te a par de tudo! ❤

%d bloggers like this: