O Meu Útero Blog
testemunho endometriose

Testemunho da D.

Uma parte fundamental do trabalho de consciencialização é dar a conhecer a experiência de outras pessoas com a endometriose.

Cada luta é muito individual – a doença pode manifestar-se de muitas formas diferentes, tanto na sintomatologia como nas localizações das aderências e nas respostas aos tratamentos.

Estes testemunhos trazem representatividade a quem tem de lidar com a doença diariamente, sobretudo porque têm o potencial de chegar a quem nunca tinha ouvido falar de endometriose.

Por isso, se quiseres contribuir para este trabalho de consciencialização, por favor envia-me o teu testemunho por e-mail para catarina@omeuutero.pt.


Boa noite Catarina!

Obrigada pelo excelente trabalho! O blog O meu útero tem sido meu companheiro nos últimos meses e por isso agradeço.

Eu sou a D., tenho 31 anos e tento engravidar há mais de três anos. Comecei consultas de infertilidade em Janeiro de 2017, quando me convenci de que tinha de pedir ajuda.

Para meu espanto, estava tudo bem comigo… O excesso de peso tinha de ser a causa da minha infertilidade… Até que resolvi pedir uma segunda opinião… E parece que nem tudo estava bem.

Perdi 18kg e a barriga parecia maior. Logo na primeira consulta, nos Lusíadas, após várias e várias perguntas ouvi pela primeira vez a palavra endometriose. Parece que afinal aquelas dores que sempre tive não eram tão normais!! Parece que afinal não era o meu peso que estava a impedir uma gravidez, como eu dizia, nem sequer ovulava!!

Como as minhas dores não eram insuportáveis (havendo brufen 600 sempre por perto) pedi para primeiro tentar engravidar e depois tratar da endometriose.

Mas as coisas foram piorando comecei a sentir dores até nas relações sexuais.  Já com o diagnóstico de endometriose profunda com aderências no recto (detectadas através de ecografia), a minha médica solicitou uma ressonância magnética pélvica com contraste. E posteriormente uma colonoscopia.

Então resumidamente eu tinha 14 cm de intestino completamente obstruído pelos focos de endometriose. Além disso tinha o chamado “kissing-ovaries“, os meus ovários estavam colados um ao outro e aos intestinos por vários focos de endometriose. Foi explicado todo o desconforto, cólicas, gases e dores abdominais que tinha cada vez mais.

E o sangramento dias antes de menstruar através das fezes.

No primeiro dia do ciclo tinha diarreias, depois passava por períodos de obstipação.

Sou menstruada desde os 9 anos e sempre tive imensas dores, imenso fluxo menstrual, dores de não conseguir estar de pé. A pílula mascarou muito bem os sintomas pois ao parar de tomar voltou tudo.

Já fui operada, removi 14cm de intestino. Fiquei com o ovário esquerdo e a respectiva trompa comprometidos. Mas parece que a anatomia voltou ao normal. Desde 29 de Janeiro até ao dia 16 de Maio as coisas pioraram bastante, os endometriomas cresceram muito e a minha médica teve mesmo que mexer nos ovários. O esquerdo tinha uma massa com mais de 5 cm (em Janeiro tinha 2 cm, para vermos como pode piorar rapidamente).

Se não fosse a infertilidade eu nunca teria procurado ajuda.

E nunca, mas nunca teria desconfiado que os meus problemas intestinais pudessem estar relacionados de alguma forma com a parte ginecológica.

E não sabia o risco que corria, pois o meu intestino não ia aguentar muito mais…

Muito provavelmente nunca vou conseguir engravidar naturalmente, mas agora vou estar atenta para que a doença não me complique mais a vida.

Força a todas as Endoguerreiras!!

 


 

Queres saber mais sobre endometriose ou adenomiose? Tens aqui alguns artigos:

6 razões pelas quais a endometriose é uma filha da p&%#

A melatonina no tratamento dos sintomas da endometriose

Quando a dor das mulheres é ignorada

Quando uma crise de gases me mandou para o hospital

 

Segue-me no instagram para atualizações diárias sobre endometriose, adenomiose, ovários poliquísticos e o tratamento natural 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Achaste este artigo útil? Então, junta-te a mim e partilha a informação ❤

%d bloggers like this: