O Meu Útero

8 dicas que me ajudaram com o copo menstrual

O copo menstrual é uma alternativa económica e ecológica aos tampões e pensos menstruais. Feito de silicone cirúrgico, é seguro para utilização recorrente e uma alternativa bastante prática para quem procura reduzir a sua pegada ambiental.

Na altura em que comprei o meu copo menstrual, escrevi um artigo sobre como foi a minha experiência. Não foi livre de percalços, é certo (o copo chegou a virar-se todo ao contrário, ainda hoje não sei bem como é que aconteceu), mas faz parte quando não há muita prática.

Ao longo do tempo, fui cometendo alguns erros e esclarecendo algumas dúvidas com a malta da OrganiCup através do grupo de Facebook deles (marca do meu copo, mais à frente explico melhor).

Assim sendo, passado um ano e meio de utilizar o copo, reúno aqui algumas dicas que acho úteis, para principiantes e não só.

 

#1 Escolha do copo

Existem inúmeros formatos, cores e tamanhos, e escolher o copo menstrual com tanta oferta pode ser confuso. Quando fiz o live no instagram e Facebook com a Catarina Barreiros (podes vê-lo aqui!) para falarmos sobre saúde menstrual e lixo zero, ela mencionou o quiz da Put a Cup in it e eu achei super útil.

De qualquer modo, eu já tinha o meu copo da Organicup e é o que para mim faz mais sentido pela transparência e ética ambiental da marca: as caixas são reaproveitadas, as instruções vêm impressas na caixa (escusando o desperdício de mais papel) e, se em 90 dias não ficares satisfeitx, devolvem-te o dinheiro. Para além disso, o copo não é colorido (prefiro que tenha o mínimo de compostos possível, e a cor não é para mim um critério de escolha).

Finalmente, a Organicup tem três tamanhos: um para jovens adolescentes, outro para adultxs e um terceiro para quem já teve parto vaginal. Eu dei-me bem com esta marca, o facto de ter útero invertido não me fez grande diferença.

A encomenda pode ser feita online aqui, ou podes consultar aqui a lista de lojas que vendem copos desta marca.

 

#2 Limpeza do copo – ferver uma vez antes da menstruação

Antes de utilizares o copo, deves fervê-lo por 5 minutos.

No início, por engano, eu fervia-o todos os dias de manhã, antes de o colocar. Não é propriamente um problema, mas não é necessário e acelera o processo de envelhecimento do material copo, reduzindo o seu tempo de vida.

Entre utilizações no mesmo ciclo menstrual, basta passar água ou toalhitas indicadas para o efeito (não usar toalhitas de bebé! Podem comprar as toalhitas adequadas com a marca onde compram o copo) e, em último caso, apenas papel higiénico

Infelizmente, da última vez que o utilizei, por distracção, deixei-o a ferver até ao infinito. Não causei nenhum incêndio – mas adeus, copo. Recomendo que uses um alarme para que isto não aconteça. É o que farei a partir de agora.

 

#3 Experimenta aplicar lubrificante

Não é necessário molhar o copo, mas pode ajudar bastante. Eu faço-o sempre.

Muita gente prefere usar lubrificante em vez de água. Eu experimentei e tornou a inserção propriamente dita muito mais fácil. Mas não me deu tanto jeito ao manuseá-lo: escorregava-se-me demasiado e achei difícil manter a dobra. Se te custa inserir mesmo passando por água antes, esta pode ser a melhor solução para ti.

 

#4 Aponta o copo em direcção ao ânus

Ao introduzires o copo, esforça-te por apontares para trás, em direcção ao ânus, e não para cima.

 

#5 Não é preciso colocar-se o copo demasiado profundo

Cada pessoa vai notando qual a sua zona de conforto à medida que vai ganhando experiência, mas um erro de principiante é achar-se que ele tem de estar muito perto do cérvix.

Não, pelo contrário. Se notas fugas e não entendes o porquê, experimenta colocá-lo mais perto da entrada da vagina.

 

#6 Podes cortar a haste

Se a haste do copo (o pequeno cabo que usamos para retirar) te incomoda, podes cortá-lo. O objectivo é que ela fique dentro da vagina, mas facilmente acessível.

 

#7 Experimenta várias dobras até encontrares a ideal para ti

Eu dei-me bem com a dobra em C, mas existem tantas: a dobra em tulipa, em 7, em triângulo… Vai testando e vendo qual a dobra que te dá mais jeito. Este vídeo pode ajudar!

 

# 8 Vai curtir a vida tranquilamente

Podes usar o copo até 12 horas, podes dormir com ele, ir ao ginásio, ao yoga e à praia. O copo que eu uso, da Organicup, tem certificado anti-alérgico, o que é especialmente útil para quem tem pele sensível, ou para quem faz alergias a pensos e tampões.

Nota: Se é verdade que o copo menstrual é uma alternativa fantástica aos tampões e aos pensos higiénicos descartáveis, também é verdade que nem toda a gente consegue adaptar-se. Quem sente muita dor com qualquer tipo de penetração mas mesmo assim pretende largar os produtos descartáveis, deverá talvez considerar pensos reutilizáveis ou cuequinhas menstruais.

Já agora, caso te sintas sozinhx no processo de iniciar o copo menstrual ou simplesmente precises de dicas ou ajuda, podes contar com o grupo privado OrganiCup.

E, se chegaste até aqui, fica sabendo que até dia 30 de setembro de 2019 estamos a sortear dois copos organicup no instagram do meu útero! Queres participar? Podes saber mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Segue-me nas redes sociais

Instagram
Facebook
Subscrever
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Acompanha o meu útero e mantém-te a par de tudo! ❤

%d bloggers like this: